Coca-cola, Pepsi e Ambev deixarão de vender refrigerantes em escolas

Escolas com crianças de até 12 anos, só oferecerão opções mais saudáveis.

As principais empresas que vendem refrigerantes no Brasil se uniram em prol de uma modificação no cardápio de bebidas oferecidas nas escolas de todo o território Brasileiro. Nesta quarta-feira, dia 22, as famosas Coca-Cola, Pepsi e Ambev (que fornece os refrigerantes Soda, Sukita e Guaraná Antárctica), informaram que, a partir do mês de agosto, não mais venderão seus refrigerantes para as cantinas de escolas que possuem estudantes de até 12 anos de idade. 

Motivos para mudança

De acordo com as empresas, as mudanças foram baseadas em informações e conversas com profissionais e instituições ligadas aos direitos das crianças, além de profissionais da área de alimentação, nutrição e conhecedores

Refrigerantes em escola

Refrigerantes em escola

em saúde pública.

Crianças nessa idade, menores de 12 anos, não possuem maturidade o bastante para tomar decisões de consumo saudável e o recreio escolar é um momento em que ficam sozinhas, com total acesso às cantinas escolares, sem orientação dos pais ou responsáveis.

Opções de consumo mais saudáveis

A  Ambev, Pepsi e Coca-Cola reconhecem que a obesidade, causada por diversos fatores, é um grande problema enfrentado por muitas pessoas, no Brasil e no mundo. Reconhecem também, que as empresas de bebidas, têm um papel de grande importância e pode ser parte dessa solução.

A partir do mês de agosto, essas empresas farão sua parte e o foco nessas escolas infantis será uma alimentação mais saudável. Os produtos buscarão atender a critérios específicos de nutrição e hidratação.

Serão oferecidos sucos, bebidas lácteas, água mineral e água de coco.

Distribuição dos produtos

As três empresas informaram, em comunicado, que essa política é válida para as compras que as escolas fazem diretamente em seus distribuidores e fabricantes.

Os outros comerciantes – adegas, supermercados e atacados – que vendem e abastecem as outras escolas que não compram diretamente nessas empresas, serão convidados a se unirem à iniciativa, através de uma campanha de sensibilização.

Essas empresas estão em contato com a  Abir – Associação Brasileira da Indústria de Refrigerantes e Bebidas Não Alcoólicas – com o intuito de que essas orientações, referentes à venda de bebidas às escolas, sejam uma responsabilidade e compromisso de todos os envolvidos no setor.

Fonte: Blastingnews

Share This Post

Related Articles

One Response to “Coca-cola, Pepsi e Ambev deixarão de vender refrigerantes em escolas”

  1. hugo disse:

    Medida interessante… acho que vai ajudar bastante na saúde das crianças.

    Não resolve o problema, álias, nem de longe… mas acho que contribui positivamente para a saúde das crianças.

    Ótimo post!

Leave a Reply

*

© 2017 Eliminando Peso. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Powered by WordPress · Designed by Theme Junkie