Termos comuns quando o assunto é emagrecer

Termos comuns quando o assunto é emagrecerAditivos: produtos adicionados aos alimentos e que auxiliam no processo de fabricação e de preservação deles. Também há aditivos que enriquecem as propriedades nutricionais de alguns produtos, como as Vitamina D (muito adicionada a farinhas, cereais e macarrão).

Alimentos funcionais: trazem benefícios de saúde específicos, incluindo a prevenção e o tratamento de doenças, por exemplo, leites fermentados e iogurtes são fontes de probióticos (bifidobactérias e lactobacilos), que melhoram a saúde intestinal e reduzem os riscos de câncer do cólon.

Alimentos transgênicos: modificados geneticamente, ou seja, alimentos em cujo genoma foram colocados genes de outros organismos de espécies diferentes. A modificação acontece para melhorar as características dos alimentos e permitir o cultivo com menos agrotóxicos. Mas, em tese, o consumidor deve ser avisado de que está consumindo algo modificado geneticamente.

Calorias: é a quantidade de energia que um alimento possui para fornecer ao organismo. A unidade do pão francês (50g) possui 135 kcal enquanto que um copo (200 ml) de leite desnatado possui 70 kcal, por exemplo.

Carboidratos: são substâncias orgânicas, também chamadas de hidratos de carbono. Os mais conhecidos são a glicose, a frutose e a sacarose. Podem ser encontrados em cereais, pães, farinhas, doces e frutas. Os carboidratos fornecem energia para o nosso organismo funcionar e não podem faltar numa dieta saudável.

Diet: são alimentos isentos de algum tipo de nutriente, preparados para atender às restrições dietéticas específicas de várias doenças. Há alimentos diet sem açúcar, mas com excesso de gordura ou de sódio, por exemplo. Fique de olho no rótulo caso a compra seja motivada apenas para economizar calorias.

Diuréticos: possuem alto teor de água em sua composição, aumentando assim o fluxo de produção de urina. Estão na lista que promete acabar com a retenção de líquidos: melancia, abacaxi, alface, tomate e berinjela, além de muitos outros. Os alimentos diuréticos ajudam na eliminação mais rápida das toxinas.

Efeito Platô: surge quando, mesmo mantendo as restrições da dieta, você deixa de perder peso. O efeito platô acontece porque seu corpo consome todas as calorias ingeridas, sem gastar as reservas (o metabolismo fica mais lento nesta fase). Exercícios físicos são a melhor alternativa para acelerar o metabolismo.

Gordura trans: podem aumentar a quantidade de colesterol ruim no organismo. É utilizada nos alimentos para deixá-los mais saborosos e com melhor resistência. Atenção aos rótulos dos produtos que alegam isenção de gordura trans normalmente, uma porção do alimento está isenta, ou seja, nada de comer à vontade.

Glúten: proteína encontrada nos cereais (trigo, cevada, aveia e centeio). As pessoas com doença celíaca têm dificuldade para digerir este nutriente e devem procurar opções de produtos fabricados sem glúten.

Light: alimentos modificados em seu valor energético. Por regulamentação do Ministério da Saúde, este tipo de produto deve ter pelo menos redução de 25% em determinado nutriente ou na quantidade de calorias se comparado ao alimento convencional.

Índice De Massa Corporal (IMC): é a relação do peso (em quilogramas) sobre a altura (em metros) ao quadrado que classifica o estado nutricional. IMC = Peso dividido pela altura ao quadrado.

Metabolismo: identifica as reações que seu organismo realiza para obter energia e manter as funções básicas.

Nutrientes essenciais: são aqueles que o corpo não é capaz de produzir e, por isso, precisam ser obtidos através da alimentação. São os hidratos de carbono, lípidos, proteínas, água, vitaminas e minerais.

Fonte: Minha Vida

Share This Post

Related Articles

Leave a Reply

*

© 2018 Eliminando Peso. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Powered by WordPress · Designed by Theme Junkie