Gorduras: qual delas você deve perder?

As gorduras nem sempre são as vilãs da história. Elas devem fazer parte de uma alimentação saudável. Basta apenas serem utilizadas a favor do nosso corpo

Quando falamos de gorduras (também chamadas de lipídios), o mais comum é pensarmos em perdê-las após horas e horas de malhação na academia. Porém, o que pouca gente sabe é que elas são extremamente importantes para o adequado funcionamento do nosso organismo, já que desempenham diversas funções, como síntese de hormônios, manutenção da temperatura corporal e transporte de vitaminas lipossolúveis, como as vitaminas A, D, E e K.

Entretanto, a gordura é uma fonte de energia de alta densidade calórica quando comparada aos outros macronutrientes, sendo que cada grama de lipídio fornece 9 calorias contra 4 por grama de carboidrato ou proteína. Por isso, quando consumimos gorduras em excesso é muito mais fácil extrapolarmos nas calorias, pois uma pequena dose de gordura já é responsável por fornecer uma grande quantidade de calorias.

As gorduras, quando consumidas em excesso, acumulam-se no organismo em forma de triglicérides, principalmente no tecido adiposo.  Em homens, o maior acúmulo de tecido adiposo é na faixa abdominal; já nas mulheres, esse acúmulo ocorre mais nas regiões do quadril, coxas e glúteos. Esse acúmulo excessivo pode levar à resistência à insulina, dislipidemia (aumento de gorduras no sangue), hipertensão arterial e doenças cardiovasculares.

Segundo a Associação Americana do Coração (American Heart Association), a recomendação diária de gorduras para indivíduo saudável é de 30% do valor total de calorias consumidas no dia. Deste total, apenas 10% deve ser de gordura saturada (presente em carnes, leite e derivados, coco e cacau) e o restante proveniente de fontes de gorduras poli-insaturadas (ômega 3 e 6) e monoinsaturadas (presentes em azeite de oliva, óleo de canola, linhaça e peixes de águas frias, como salmão, truta, arenque e sardinha).

Vale lembrar que a famosa gordura trans é formada a partir de um processo de hidrogenação artificial feito nas indústrias. Segundo estudos recentes, esse é o lipídio que mais contribui para a formação de placas nas artérias e, consequentemente, aumento da pressão arterial.

Doces, frituras, molhos prontos para temperos, alimentos industrializados e congelados contêm grande quantidade de gordura, sendo quase sempre a maior parte de gordura saturada ou trans. E é aí que mora o perigo, visto que a praticidade oferecida por esses preparos acabam levando ao consumo excessivo de gordura maléfica à saúde, sem nem ao menos percebermos.

As gorduras, portanto, nem sempre são as vilãs da história. Elas podem e devem fazer parte de uma alimentação saudável. Basta apenas serem utilizadas a favor do nosso corpo, sem exageros. Por isso, evite alimentos ricos em gorduras saturadas e trans e inclua fontes de gorduras poli e monossaturadas na sua alimentação todos os dias. Sua saúde e seu corpo vão agradecer!

Fonte: Amanhã

Share This Post

Related Articles

Leave a Reply

*

© 2017 Eliminando Peso. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Powered by WordPress · Designed by Theme Junkie