Sabotadores de dieta

Livre-se dos sabotadores da sua dieta
Se você acha que não emagrece por causa das festas, reuniões familiares ou porque anda muito estressada, trate de arranjar outra desculpa! Encontramos maneiras de driblar essas e outras situações ‘engordativas’

Happy hour

Nessa ocasião não é preciso fazer muito esforço para extrapolar nas calorias. Afinal, você está cansada, com fome, cercada de amigos e o papo rola solto. “Se já não bastasse isso, os petiscos são servidos aos poucos, fazendo com que a gente perca a noção do que foi consumido. Como as porções também são pequenas, as chances de chegar em casa com fome e devorar o jantar aumentam”, alerta a nutricionista Daniela Silveira, de São Paulo.

Solução

A especialista recomenda que você separe previamente num prato a quantidade de petiscos que vai comer durante a noite. Aproveite para fugir das frituras e dos queijos amarelos e dê preferência aos alimentos grelhados ou assados. Em casa, sirva-se apenas de um copo de leite, um prato de sopa ou uma fruta.

Namorado

Se ele é gordinho e não faz planos para emagrecer, dificilmente vai incentivá-la a enxugar os excessos. Por outro lado, se ele for magro, não verá mal algum em jantar em uma cantina italiana no sábado e numa pizzaria no domingo…

Solução

O segredo para manter a forma – e o namorado – é não tentar acompanhá-lo. “Como os homens têm mais massa muscular, queimam muito mais calorias do que as mulheres. Além disso, nós temos uma tendência maior em acumular gordura”, avisa a nutricionista. Segundo ela, um prato de macarronada, por exemplo, não engorda. O problema são os molhos cremosos e o queijo ralado. “Dê preferência à versão ao sugo ou à bolonhesa. Se tiver recheio, opte pelo de ricota, que é mais magrinho”, diz Daniela. Se você faz questão de acompanhar o seu namorado, peça para o garçom que traga uma porção menor.

Reunião familiar ou com amigos

Se você é do tipo que não gosta de fazer desfeita com a dona da casa, provavelmente costuma sair desses encontros com peso na consciência. Afinal, quem é que nunca cedeu ao pedido da avó para comer mais um pedaço da carne assada? Ou então provou da sobremesa apenas para ver a amiga feliz? Para ajudar, nessas reuniões sempre tem um engraçadinho que acha que você está magra demais e que um pedaço a mais não vai fazer mal.

Solução

Quando a insistência partir dos familiares, diga que está satisfeita e feliz por estar emagrecendo. “Procure acalmar os mais preocupados, evitando passar da conta só para agradá-los”, sugere a endocrinologista Claudia Leite. Se o problema for driblar a gula diante de tantas tentações, a nutricionista Daniela Silveira recomenda que você eleja o prato que vai comer e evite os demais. “Se a grande atração for massa, evite a sobremesa. Fazendo essas negociações você não corre o risco de passar da conta. Outra dica é comer um pouquinho de tudo, permitindo-se porções generosas de saladas e frutas menos calóricas”, completa.

Festa

Algumas pessoas se arrepiam só de ouvir essa palavra. Também, são coxinhas, minipizzas, quibes, risoles, bolinhas de queijo, empadinhas, brigadeiros, beijinhos e cajuzinhos circulando a vontade. Sem contar as bebidas e suas 9 calorias por mililitro de álcool – só para você ter uma idéia, uma taça de champanhe tem 80 calorias, de vinho tinto, 129, e uma lata de cerveja, 147! “Proponha-se a tomar um copo de água para cada um de bebida alcóolica e prefira sempre as fermentadas às destiladas, que são menos calóricas”, diz a nutricionista Daniela Silveira.

Solução

Nem pense em sair de casa com fome para ‘jantar por lá’. “Você estará predisposta a comer sem limites e ainda usará a barriga vazia como desculpa para comer ‘só mais um’. O ideal é fazer uma refeição leve antes e estabelecer um limite de salgadinhos e docinhos que você pode comer na festa”, sugere a psicóloga. Outra dica é não pensar no cardápio, mas, sim, no quanto você vai se divertir, conversar e dançar para queimar calorias.

Férias

Este é um dos principais sabotadores de dieta. Motivos? Porque é praticamente impossível resistir aos cafés da manhã nos hotéis e aos jantares nos restaurantes de comida típica. Porque neste período é comum dar férias à academia e relaxar com a dieta. “O problema é que a pessoa só percebe que engordou quando retoma suas atividades. Daí, ela fica triste e desmotivada, pois recuperou em 30 dias o que levou vários meses para emagrecer”, constata a endocrinologista Claudia Leite, diretora da Associação Brasileira para Estudo da Obesidade (Abeso).

Solução

A melhor estratégia é planejar com antecedência o que vai comer no hotel ou no restaurante. Estabeleça que um dia você vai tomar café com leite, comer um pão com queijo e uma fruta. No outro, trocará o pão por uma fatia de bolo, e por aí vai… “Assim, você terá experimentado de tudo um pouco sem que isso pese na balança”, diz Vivian Behar. Faça o mesmo em todas as refeições e aproveite o tempo livre para caminhar bastante.

Estresse

São dois os motivos que fazem com que ele favoreça o ganho de peso: primeiro, aumenta a ansiedade e a irritação – o que para muita gente significa ‘descontar na comida’ – e, segundo, por causa da liberação excessiva de algumas substâncias no organismo. “O cortisol, por exemplo, que não é metabolizado, contribui para o armazenamento da gordura e a retenção de líquido”, diz a psicóloga Vivian Behar, do Centro Médico de Saúde Mental, em São Paulo.

Solução

Antes de mais nada identifique as causas do estresse e tente evitá-las. Outra sugestão é fazer alguma atividade física quando pintar aquela vontade louca de atacar a geladeira. “O exercício aumenta a produção de hormônios que estabilizam a ansiedade, trazendo o bom senso na hora da refeição”, completa Vivian.

De olho na dieta

Desde que a gente nasce, comida é associada àquilo que acalma, dá conforto e prazer. “Sob esse ponto de vista não existe nada mais engordativo do que passar dias comendo frango grelhado com salada de alface e tomate”, ressalta a psicóloga Vivian Behar. “Esse prato não enche o olho, a boca e muito menos a barriga e fatalmente a pessoa vai querer comer alguma coisa para compensar”. Então, escolha com muito carinho os alimentos da sua dieta e se permita alguns prazeres razoáveis de vez em quando, justamente para não acionar o mecanismo de compensação, que não deixa de ser uma auto-sabotagem.

Fonte: iTodas

Share This Post

Related Articles

2 Responses to “Sabotadores de dieta”

  1. lezie disse:

    Beleza! As dicas sao muito boas!

  2. Clara Linden disse:

    Olá! Adorei esta postagem! Criei um blog, mas não tenho muito tempo para alimentá-lo. Assim sendo, ele é quase um diário. Quando encontro algo bacana, gosto de indicar – e vou indicar esta postagem para que mais pessoas leiam sobre os sabotadores!
    Beijo grande!
    Clara

Leave a Reply

*

© 2018 Eliminando Peso. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Powered by WordPress · Designed by Theme Junkie