Crianças rechonchudas

Crianças rechonchudas
Trata-se de epidemia mundial. Estima-se que, em 2050, a expectativa de vida nos EUA será até cinco anos menor

Enquanto 6 milhões de pessoas morrem de fome todos os anos, o mundo mergulha na obesidade. A Organização Mundial da Saúde calcula que existam 800 milhões de desnutridos, ante 1,3 bilhão com excesso de peso.
Nos últimos 15 anos, as taxas de obesidade dispararam no mundo inteiro. Mesmo em países da Ásia e da África que convivem com o flagelo da fome, parte significante da população engordou mais do que devia.

Os mexicanos constituem exemplo característico: em 1990, menos de 10% estavam acima do peso saudável; em 2006, cerca de 66% dos homens e 71% das mulheres apresentavam sobrepeso ou obesidade. Diabetes do tipo 2, enfermidade rara naquela época, hoje aflige 13% dos adultos.

No Egito, mais de 60% dos habitantes estão com excesso de peso. Na China, esse número saltou de 13% para cerca de 30% em pouco mais de uma década. No Brasil da Copa de 1970, havia menos de 20% de pessoas nessa condição. Hoje, beiramos 50%.

As crianças não foram poupadas pela epidemia. Pacotes de biscoitos e salgadinhos, refrigerantes à vontade e as horas sedentárias na frente da tevê e dos computadores tornaram-nas bem mais rechonchudas do que nas gerações anteriores.

Em editorial na revista The New England Journal of Medicine, David Ludwig, professor da Harvard Medical School, descreve as quatro fases da epidemia de obesidade pediátrica.

Continue lendo a reportagem diretamente no site da Carta Capital
por Drauzio Varella

Share This Post

Recent Articles

51 Responses to “Crianças rechonchudas”

  1. Renata disse:

    Seguinte tenho 12 anos, peso 54,8 e tenho 1,54 de altura, pelos calculos de IMC estou no peso normal, mas não gosto do meu corpo, queria saber algumas dicas para perder barriga e perder 4 kg ! ME AJUDEM !!

Leave a Reply

*

© 2018 Eliminando Peso. All rights reserved. Site Admin · Entries RSS · Comments RSS
Powered by WordPress · Designed by Theme Junkie